Entre os muros da escola

Entre os muros da escola

Entre os muros da escola

Cinema, Educação e Sociedade

31 de outubro de 2011



http://youtu.be/WHkcfDjbsgM

Entre os muros da escola: cortes para fins didáticos


http://youtu.be/rr_Mh9BRdEU

Apresentação: o filme mostra o confronto entre alunos e professor, um recorte da realidade atual do ensino. 


http://youtu.be/DQq2Oj28OAI

O trecho do filme "Entre os Muros da Escola" apresenta o conselho de classe dos professores com a participação das alunas representantes da turma. O trecho permite refletir a respeito das práticas no conselho de classe, bem como as atitudes tomadas pelos professores no combate à indisciplina e à recuperação dos alunos.


http://youtu.be/qnV7q9Uj9bA

A partir da leitura do livro "Diário de Anne Frank" é proposto a turma a elaboração de uma atividade de autorretrato. O professor explica através de um diálogo com os alunos o que seria esse tal autorretrato.


http://youtu.be/YVAvDG8Ae8g

No laboratório de informática, os alunos dão prosseguimento ao trabalho de autorretrato com a mediação do professor.


Entre os muros da escola
 (Entre les Murs), drama, França, 128min, 2007. Com direção Laurent Cantet e vencedor da Palma de Ouro de Cannes, 2008, é um filme que discute o papel do professor, a relação com a família; avalia também a questão do participar e do silenciar em sala de aula, da nota/avaliação versus comportamento, como uma forma de impor limites; demonstra como incentivo, elogio e valorização mudam atitudes e descobrem talentos. Atividades como a elaboração da autoimagem, através do autorretrato, posteriormente, usando no laboratório de informática, o editor de texto, e imagens fixas (fotografias) ou móveis (vídeos), promovem a integração do aluno e sua identidade com a turma, com a escola, a família e consigo mesmo. Sempre digo que entendo o aluno quando conheço seus pais e/ou responsáveis...

Atividades como essa do autorretrato, tendo prosseguimento no laboratório de informática, são o exemplo de como todas as ações devem estar conectadas em rede, nem sempre referentes a rede lógica dos computadores, mas uma lógica de planejamento, unindo didática e metodologias adequadas ao meio e ao ambiente utilizado em cada ação...

A cena do autorretrato e da leitura do diário de Anne Frank remete-me a outro filme inspirado em fatos reais, e a vida de outra educadora, chamado Escritores da Liberdade.

Utilizar, às vezes, fragmentos de livros e breves cenas de filmes, músicas e outros recursos, funcionam melhor do que usar esse mesmo material em sua integralidade. O importante é passar um conteúdo, uma mensagem, algo que seja significativo, relevante, tanto do ponto de vista educacional como social, em que a tecnologia seja meio e não apenas finalidade... O objetivo principal deverá ser sempre o conteúdo educacional.

Aproveito para colocar a seguir Mesa Redonda UNAR sobre o referido, que amplia a visão do próprio filme: 

 

 




ONLINE
13