Outra BNCC

Outra BNCC

Uma outra BNCC é possível 

Recomenda-se baixar o  texto neste novo link.

***

Quando Cid Gomes teve sua passagem relâmpago pelo MEC, Manuel Palácios foi nomeado para a Secretaria de Educação Básica, em substituição a Beatriz Luce. À época, já estava em curso neste órgão a organização de uma proposta de Base Nacional Curricular a qual foi paralisada e descartada. Divulgamos o boicote a este documento neste Blog em julho de 2015.

Documento silenciado pela SEB

A Secretaria de Educação Básica do MEC revelou, em sua participação na SBPC durantdebate promovido pelas entidades científicas, profundo vazio teórico na condução de uma das mais importantes ações do Ministério da Educação. Mais que isso, descredenciou-se como condutor do diálogo junto a um conjunto de entidades de grande relevância no campo da educação.

Indagado pela Prof. Denise Freitas sobre o que teria ocorrido com um documento produzido no âmbito de sua própria Secretaria, pelos que lá estavam antes dele, entre os anos de 2011-2013, silenciou.

Para ajudar a diminuir este “buraco teórico”, localizei uma das divulgações feitas deste documento e estou disponibilizando-o aqui para análise da comunidade que ainda não tenha tido acesso a ele.

O vazio teórico e o sectarismo não podem continuar.

https://avaliacaoeducacional.com/2015/07/20/documento-silenciado-pela-seb/ 

Os esforços feitos naquela oportunidade foram resgatados por Adair Bonini; Iole de Freitas Druck e Eduardo Salles de Oliveira Barra (organizadores) e estão sendo disponibilizados na forma de um “preprint” sob o título:

Direitos à aprendizagem e ao desenvolvimento na educação básica: subsídios ao currículo nacional (no contexto dos debates para o estabelecimento da BNCC, elaborados no âmbito do Ministério da Educação entre dezembro de 2012 e fevereiro de 2015).

Acesse o texto aqui.

O objetivo dos autores é distribuir o documento para debate e engrossar o movimento de contraposição à proposta atual de BNCC.

 

fonte: clique aqui




ONLINE
9