Diretrizes da Educação Física

Diretrizes da Educação Física

Novas Diretrizes Curriculares da Educação Física e a discussão começa!

Depois de algum tempo sem nenhuma postagem, face à algumas responsabilidades profissionais assumidas recentemente, venho atender à inúmeras solicitações de leitores e colegas coordenadores de cursos de Educação Física para que apresentasse meus pontos de vista com relação as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Educação Física, instituídas pela Resolução CNE/CES n.º 6, de 18 de dezembro de 2018.

De início, manifesto minha simpatia com a nova proposta, considerando que por inúmeras vezes defendi, aqui e em diversos fóruns, um modelo bem parecido: duas formações dentro de um único curso.

Como é comum na maioria dos textos normativos, especialmente os que advêm do CNE, existem muitos pontos que ainda precisarão ser discutidos e esclarecidos, tendo em vista a ambiguidade em alguns, omissões em outros, ou mesmo a falta de certa técnica ao elaborar os dispositivos. Tudo dentro do normal.

Ao invés de discutir cada ponto diretamente na postagem, preferi comentar cada um dos artigos diretamente na Resolução, anexando o documento comentado, aqui.

RESOLUÇÃO CNE/CES 06/2018 - COMENTADA

É importante deixar claro que meus comentários são pessoais e fruto de minha interpretação. Não têm  a pretensão de se estabelecer como verdades absolutas, tampouco como referências legais. São tão somente visões que compartilho até para que, a partir dos comentários dos amigos, possa aprender e rever algumas das posições iniciais.

Vamos começar os debates?

Afinal, 2021 está logo ali.

Saudações.

 

http://www.educacaofisicalegal.com.br/2019/03/novas-diretrizes-curriculares-de.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+robertocorrea+%28ROBERTO+CORR%C3%8AA%29 




ONLINE
9