Portaria implementa currículo

Portaria implementa currículo

Portaria implementa currículo do Novo Ensino Médio para escolas estaduais no RS

Arte, Educação Física, Ensino Religioso, Sociologia e Filosofia só terão um período semanal e serão ministradas em apenas um ano do Ensino Médio

Por Luís Gomes  luisgomes@sul21.com.br

Pode ser uma imagem de 5 pessoas e área interna

O Diário Oficial do Estado publicou nesta quinta-feira (30) a Portaria nº 350 da Secretaria da Educação (Seduc), que dispõe sobre a nova organização curricular do Ensino Fundamental e do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino para o ano de 2022.

A Portaria determina a implementação da Matriz Curricular do Novo Ensino Médio, que prevê a divisão das disciplinas em Formação Geral Básica — que comporta Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências da Natureza — e em Itinerários Formativos, em que o estudante terá aulas voltadas par ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Nenhuma descrição de foto disponível.


Portaria determinou novas cargas horárias para integrar o Novo Ensino Médio à rede estadual | Foto: Reprodução

De acordo com a Portaria, as disciplinas de Arte, Educação Física, Ensino Religioso, Sociologia e Filosofia só serão ministras em um único ano do Ensino Médio, com um período semanal. As disciplinas de História e Geografia serão ministras duas vezes por semana no 1º ano e uma vez por semana nos 2º e 3º anos. Já as disciplinas de Biologia, Física e Química terão dois períodos semanais, mas apenas nos dois primeiros anos, não sendo ministradas no 3º ano.

Quando aos Itinerários Formativos, a matriz curricular estabelece como disciplinas obrigatórias Projeto de Vida (dois períodos semanas em todos os anos), Mundo de Trabalho (dois períodos no 1º ano), Cultura e Tecnologias Digitais (dois períodos no 1º ano) e Iniciação científica (dois períodos nos 2º e 3º anos.

Além disso, prevê oito períodos semanais a partir do segundo ano em áreas de aprofundamento elegidas pelo estudante. No terceiro ano, o número de períodos destinados ao aprofundamento curricular sobre para 14. Ainda há a possibilidade do estudante cursar disciplinas eletivas.

Pela organização proposta, os estudantes terão 24 períodos semanais de Formação Geral Básica no 1º ano, 18 no 2º ano e 12 no 3º ano. Em contrapartida, terão 6 períodos de Itinerários Formativos no 1º ano, 12 no 2º ano e 18 no 3º ano.

Em postagem nas redes sociais, o Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers) criticou o fato da Nova Matriz Curricular ser implementada “no apagar das luzes de 2021”. O sindicato considera a portaria como uma “arbitrariedade” e acusa o governo do Estado de não ter debatido a matriz com a comunidade escolar e não respeitar os diferentes contextos dos alunos da rede estadual.

Foto: Alex Rocha/PMPA




ONLINE
5